Prêmio de Inovação e Empreendedorismo

31 maio 2010

A EDP no Brasil - empresa de geração, comercialização e distribuição de Energia - lança a primeira edição do Prêmio de Inovação e Empreendedorismo.

A iniciativa, prevista para ser realizada anualmente até 2020, visa estimular o desenvolvimento de soluções de tecnologia limpa para o setor energético brasileiro.

Projeto ganhador receberá R$ 100 mil. O prazo para as inscrições segue até 13 de agosto.

Há oportunidades para projetos que envolvam a geração de energia limpa, o abastecimento e a utilização de energia elétrica para cidades sustentáveis, redes e sistemas de abastecimento para veículos elétricos, redes inteligentes, armazenamento e distribuição de energia ou captura e armazenamento de carbono.


Podem participar pessoas físicas e jurídicas, de forma individual ou em equipes. Os candidatos devem, no entanto, residir no Brasil, ter formação superior completa em qualquer área do conhecimento ou estar cursando a graduação.


Os projetos inscritos serão avaliados de acordo com caráter inovador, o impacto ao meio ambiente, a qualidade e clareza das informações, a viabilidade economico-financeir a, o potencial de mercado e, por fim, a disponibilidade dos recursos e competências para desenvolvimento da ideia.


Além do prêmio de R$100 mil, o projeto vencedor poderá contar com a colaboração do Grupo EDP para a aplicação da proposta.


Mais informações e inscrições: http://www.edpbr. com.br/energia/ premio_inovacao/ index.asp

Seminário sobre Veículos Elétricos

Pessoal,

Venho divulgar o 7º Seminário de Veículos Elétricos que acontecerá amanhã, dia 01/06, e será transmitido ao vivo na internet.

O seminário começa às 14h e terá 3 mesas redondas com os seguintes temas:

*
Road Map Para Veículos Elétricos no Brasil
*
Veículos elétricos Híbridos a Etanol
*
Veículos Elétricos e Rede Elétrica Inteligente


Para maiores informações acesse o site do evento: www.ve.org.br

Vinicius Machado Trindade
Presidente - Ramo Estudantil IEEE-UERJ

Solução pode economizar até 90% do consumo de luz

21 maio 2010


A empresa norte-americana Morgan Hope criou um sistema que promete economia de 90% no consumo de energia elétrica.

Caso não haja movimento no ambiente em um período de cinco minutos, o sistema reduz ou desliga totalmente as luzes que estão acesas. Dessa forma, segundo a empresa, é possível economizar até aproximadamente 100 reais/ano por cada instalação.

Chamado de Caprice, o sistema também pode entrar em um estado de hibernação, deixando o ambiente com a luz baixa.



Fonte: OLHAR DIGITAL


Medição de energia elétrica ganha toque tecnológico

20 maio 2010

A comunicação para coleta dos dados, agora, será feita via bluetooth

O sistema de medição do consumo de energia elétrica na cidade de São Paulo está ganhando um toque a mais de tecnologia. Portas fechadas de restaurantes e lojas não serão mais um problema para os agentes responsáveis por contabilizar a quantidade de energia consumida durante o mês. A comunicação para coleta dos dados, agora, será feita via bluetooth!

“Eu tenho o medidor instalado no centro de medição do cliente, esse medidor é um medidor eletrônico onde é instalado um comunicador, um transmissor bluetooth, e outro receptor do bluetooth está instalado no coletor de dados. Com esse sistema de ligação é possível fazer a comunicação entre o coletor e o medidor sem a necessidade de estar frente a frente com o medidor”, explica Ricardo Nogueira, Gerente da Área de Faturamento da Eletropaulo.

Por enquanto, cerca de 300 comércios espalhados por toda capital paulista já estão testando a tecnologia. A fase de experiência termina em junho deste ano, e a previsão é de que até 70 mil estabelecimentos comerciais da cidade recebam a nova aplicação. Ficou preocupado com o bolso? Bom, não será preciso gastar nada, pois os medidores instalados já são adaptados para receber a troca de dados via Bluetooth.

“A senha do bluetooth é o número do medidor que está instalado, então, quando eu estou tomando a leitura do bluetooth ele está indicando qual é o número do medidor que eu estou tomando. Então, eu posso ter no centro de medição, vários medidores, um ao lado do outro, cada um com seu transmissor de bluetooth e ele vai identificar cada um”, diz Ricardo Nogueira.

A medição residencial também vai ter alterações. Ao invés de Bluetooth, a tecnologia usada será a de rádiofreqüência, que também permite a leitura do consumo mesmo sem acesso visível ao contador. Mas a mudança acontecerá apenas em residências que apresentam dificuldade de leitura manual. E nesse caso também não será cobrado nenhum valor para conversão dos medidores.

”O teste de laboratório nós já fizemos. Nós agora só estamos adaptando o software de leitura do coletor de dados para comunicar com o receptor da rádio freqüência. O nosso objetivo é estar em maio ou junho começando a fazer a instalação dos equipamentos”, afirma Ricardo Nogueira.

A leitura de consumo que realizamos neste restaurante na Zona Sul de São Paulo ocorreu sem problemas. Com apenas alguns toques na tela todas as informações foram lidas. A partir daí, os dados registrados percorremum pequeno caminho até serem definitivamente calculados.

“Uma vez coletado os dados de leitura no coletor de dados, no final do dia, esse dado é transmitido para o sistema de faturamento, onde é processado os cálculos e emitido a fatura no dia seguinte”, diz Ricardo Nogueira.

Agora nenhum cachoro bravo ou porta fechada vai impedir a leitura dos dados. É a tecnologia atravessando paredes! Aliás, essa relação entre tecnologia e eletricidade tem outros capítulos, como a transmissão de dados da Internet via rede elétrica. Confira!

7° CEP - Congresso Estadual de Profissionais da Paraíba

19 maio 2010

Construindo uma Agenda estrategica para o sitema Profissional: "Desafios, Oportunidades e visão de futuro".


Dias 24 e 25 de maio de 2010
Local: Tropical Hotel Tambaú - Salão Lucena - João Pessoa

Inscrições: 1 kg de alimento não perecivel


mais informações: http://creapb1.helpdeskintegrativa.com.br/noticias.jsp?id=1092

Chineses mostram internet de 2Mbps por LED


Você já imaginou uma conexão de internet feita através de luzes LED? Se isso ainda não passou por sua cabeça, saiba que os chineses já pensaram nisso.

A Academia Chinesa de Ciências afirmou que luzes LED em diodos (componentes eletrônicos formados por semicondutores) podem gerar uma transferência de dados de 2Mbps entre dispositivos sem fio.

De acordo com os cientistas, isso se torna possível ao modular o brilho da luz de uma maneira que o olho humano não percebe, mas é o suficiente para que as informações sejam enviadas.

As luzes piscam rapidamente e cada uma delas serviria como um ponto de entrada de rede. A novidade também permitiria que, somente com a modulação correta da luz, a velocidade de transferência aumentasse.

Fonte: OLHAR DIGITAL


Projeto de lei vincula investimento rural ao uso de energia solar

05 maio 2010

Um projeto de lei que tramita em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados dá mais rigor ao uso de energia solar no meio rural.

Se ele for aprovado, os projetos de investimento em propriedades rurais que demandarem o uso de água aquecida ou de energia elétrica só poderão receber crédito bancário se instalarem sistemas de aquecimento ou geração de eletricidade por energia solar.

Unidades rurais para energia elétrica contempladas no projeto incluem por exemplo "silos, criatórios, moradias ou unidades de processamento".

A obrigatoriedade está prevista no projeto de lei 6529/09, do deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE). A proposta também autoriza o Poder Executivo a aumentar em 50% a subvenção ao crédito rural destinado ao financiamento de equipamentos para captação de energia solar.

A proposta estabelece que a vinculação do crédito rural à produção de eletricidade por energia solar não será obrigatória somente em dois casos.

Um deles é quando a propriedade já utilizar alguma fonte alternativa, como biogás e biodiesel; ou quando a localização da propriedade tornar a aquisição dos sistemas de aproveitamento da energia solar "economicamente desvantajosa" para o produtor rural - o que daria, no entanto, margem de interpretação para fugir da obrigação.

De acordo com o deputado, o objetivo da proposta é estimular o uso de fonte de energia renovável e barata. Ele alega que o aumento da demanda por energia, provocado pelo crescimento econômico, torna a matriz solar uma alternativa importante.

O projeto será analisado pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; de Minas e Energia; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ambiente/ult10007u689409.shtml

Estudo mapeia mais de cem profissões do futuro

01 maio 2010

Nanomédicos, cirurgiões que ampliam a memória, policiais do clima e guias turísticos espaciais estão entre as 107 profissões que estarão em alta no futuro, de acordo com o estudo "The shape of jobs to come" ("Os tipos de trabalhos que virão"), realizado pela consultoria de tendências britânica FastFuture.



Para o estudo, que faz uma análise prevendo o período de hoje a 2030, a empresa ouviu mais de 486 especialistas de 58 países, em cinco continentes.



Levando em conta fatores econômicos, políticos, sociais, demográficos, ambientais e científicos, foi elaborada uma lista que se dividia em "profissões ainda inexistentes", como policial do clima, e as que existem mas cuja demanda deve aumentar, como nanomédico.



Abaixo, dez profissões entre as consideradas mais importantes em um mundo que, segundo a pesquisa, terá que lidar diariamente com as mudanças climáticas, e onde a escassez de água e alimentos será um dos maiores problemas que a comunidade internacional terá que resolver.



O crescimento e o envelhecimento da população devem ser levados em conta. Segundo o estudo, as Nações Unidas prevêem que a população chegue a 9,1 bilhões até 2050. O envelhecimento da população vai pressionar governos, empresas e famílias. E os avanços da ciência e tecnologia vão ter um espaço maior na sociedade. As 20 profissões mais importantes, segundo o estudo, indicam uma tendência de combinar qualificações e habilidades de disciplinas diferentes.



* Policial do clima. As ações de um país podem ter impacto no clima de outro, e serão necessários profissionais que salvaguardem internacionalmente a quantidade de emissões de carvão lançada na atmosfera.



* Fabricantes de partes do corpo. A medicina regenerativa já está dando os primeiros passos. No futuro, serão necessários profissionais que combinem as qualificações médicas com conhecimentos de robótica e de engenharia.


* Nanomédicos. Avanços na nanotecnologia oferecem o potencial de uma gama de artefatos de nível sub-atômico e permitirão uma medicina muito mais personalizada, onde os remédios serão administrados no local exato onde a doença se desenvolveu.


* Farmagranjeiros. Esta profissão envolve conhecimentos farmacêuticos que permitam modificar geneticamente as plantas, de forma que possa ser produzida uma quantidade maior de alimentos, com um maior potencial proteico e terapêutico. Entre as possibilidades do futuro estão tomates que sirvam como "vacinas" ou leite "com propriedades terapêuticas".



* Geriatras. Os médicos especializados no atendimento de pacientes da terceira idade no prolongamento de uma vida ativa têm futuro garantido. E eles deverão cuidar não só do estado físico do paciente, como também de sua saúde mental.



* Cirurgiões para o aumento da memória. É possível que, no futuro, seja possível a implantação de um chip que funcione como um disco rígido para a mente humana e seja possível armazenar nele os fatos que o ser humano não seja capaz de se lembrar. Serão necessários cirurgiões que saibam como realizar essa operação.


* Especialista em ética científica. À medida em que a tecnologia e a ciência se integram mais no dia a dia através da nanotecnologia, do estudo das proteínas do organismo e da genética, surgirá mais polêmica sobre o possível uso maléfico de tecnologias e seu impacto social. Serão necessários profissionais com amplo conhecimento de ciência. No futuro, a pergunta a ser respondida não será apenas "É possível fazer isso?", mas também "É correto que se faça?"



* Especialista em reversão de mudanças climáticas. Haverá cada vez mais uma demanda por profissionais capazes de reverter os efeitos devastadores do fenômeno: pessoas com capacidade para aplicar soluções multidisciplinares como a construção de guarda-sóis gigantes para desviar os raios do sol.



* Destruidor de dados pessoais. No futuro, especialistas vão se dedicar a destruir os dados pessoais e informações sensíveis de indivíduos. Elas devem ser apagadas de forma segura e definitiva para evitar serem alvo de ataques de hackers.



* Organizadores de vidas eletrônicas. A quantidade de informações disponíveis será tão grande que serão necessários profissionais especializados em organizar a vida eletrônica dos indivíduos. Entre as tarefas estarão ler e arquivar correspondência eletrônica, e garantir que um emaranhado de dados existentes esteja organizado de forma coerente.

 
Engenharia Elétrica - Paraíba © Copyright | Template By Mundo Blogger |